Quarta-feira, 12 de Junho de 2013

 

Porque desisti? Não, ... saí, ocultei-me.

Porquê? Não revelo.

Porque é que em Portugal diz não haver política?

Porque todos querem "coisinha" do Estado.

 

Porque diz que não há Direita em Portugal?

Não digo isso. Há a salazarenta. Mas agora sem expressão. No mais, a esquerda é chique.

 

O Cds e o PPD/PSD...?

Não diga disparates!, desde quando um partido que tem Marx na sua declaração de princípios, que tem a social democracia como fito político, que tem gente dos mais variados quadrantes como vira-casacas, e que não tem uma única ideia perene é de Direita?! O CDS é de centro de nome, ... dá para cristãos-sociais, democrata-cristãos que faziam melhor em não invocar algo em vão, liberais, e conservadores que ainda não têm expressão no partido. Ou seja, é tudo o que não seja socialista revolucionário. Não é política. Como não há sério apreço em Portugal pela liberdade individual, pela economia de mercado, pelo crescimento económico sem despesismo público, por um governo controlado e respeitador dos direitos individuais não há política, porque não há ideias, valores a serem defendidos, há só carreiras pessoais a serem geridas e conversa como se de futebol se tratasse.

 (...)

3-3-1993



publicado por monge silésio às 16:18
 
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
29