Terça-feira, 12 de Março de 2013

 

Meu caro L.,

Agora que já todos perceberam que as violações à Propriedade (os propalados cortes salariais e confisco tributário) fazem com que tudo escasseie, como é? É hora de reforma ? Não, não é a "festinha mansa" da junção de umas terreolas para poupar pataco e meio, nem remexer uns artiguelhos em meia dúzia de códigos, nem circular de vespa ou tirar a gravata em dia de canícula.

É acabar com as coisinhas, ou os servicinhos...

Isso!,  ninguém tem direito ao Hospital S. Bernardo ou à Universidade de Aguadim-do-Aljube, ou até à Câmara de Torreão da Estrela. Ninguém tem direito à reforma que pouco participou e pelos cinquenta...está reformado com meia dúzia de milhar de euros.

Mas todos temos direito à Liberdade e à Propriedade. Só.

O resto? Que resto? A saúde, a segurança social? É isso? Quando ... houver possibilidade, não é?!

Meu caro L.,

Começaram ao contrário, ...não foi? Foram ao mais fácil? Violaram a regra fundamental, isto é, Liberdade e Propriedade? Confiscaram, expropriaram...agora, aguentem-se, porque tirar a coisinha vai ser um cabo dos trabalhos.

Agora .. agora anda tudo mais emocionado...



publicado por monge silésio às 00:42
 
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
16

23

24
26
27
28
30

31