Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2013

As interpretações históricas da Constituição Portuguesa vigente vão na senda de maior despesa pública, escravizando uma sociedade civil inteira.

Não é por estar escrito que tenho direito a emprego ou a comer que a empresa aparece ou as batatas aparecerão no meu prato. Alguém tem que a criar ou que as produzir.



publicado por monge silésio às 00:56
 
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

26
27
28