Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2013

1.- A jogada foi de mestre. Antes de setembro, uma ida aos mercados. Isto é, para além do "guito" emprestado pela Troika a cerca de 3,5% aprox., Portugal foi testar fora ... e a cerca de  4,89% vendeu dívida a americanos e ingleses, cerca de metade, a franceses e portugueses, tudo 15% aprox, e a asiáticos, 9%. Se fossem 12 000 milhõesde dívida...era comprada!

 

2.- Vários mercados passaram a confiar em Portugal. Confiar é dar regras para prevêr o futuro, pois ninguém o consegue prevêr. Portugal esteve 18 meses a tentar convencer outros que é capaz de gerar confiança. Construiu factos para alicerçar uma ...convicção de confiança. Regras foram executadas. Regras básicas que uma dona de casa percebe. O TóZé não percebe isto porque nunca vendeu, e acha que lhe "dão" emprestado...; há um ano atrás, não tínhamos...argumentos...factos. Tínhamos paleio e uns tipos que diziam haver dinheiro em Marte (os do crescimento).

 

3.- E o Estado?

 

4.- Teremos que andar a pedir emprestado sempre? Ou pedir menos? Se queremos pedir emprestado como há uns anos atrás teremos que produzir mais; para produzir mais temos que colocar cada tiranete administrativo fora do caminho, baixar impostos, dar a oportunidade a cada ser-único de mostrar que é único.

 

5.- Lembram-se daquela reformada quarentona que era tiranete local? Pois, há mais de um cento deles..; fez-se algo? Zero. Não há extinções de câmaras, nada. Só coisas pequenas para parolos se divertirem ao paleio após torrada e meia-de-leite e uma madeixa.

 

6.- E os acomodados que se passeiam nas direcções gerais, nas empresas públicas, nas administrações hospitalares...? Coisas pequenas.

 

7.- Um pirilampo é um animal pequeno; e que dá uma luz pequena e intermitente; é o estado em que estamos, e em que nada mudou no Estado que temos.



publicado por monge silésio às 00:22
 
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

15
18

21
22
23
25
26

27
29
30
31