Terça-feira, 20 de Novembro de 2012

"

Eu concebo a filosofia, quer nas suas tarefas contemporâneas, quer numa perspetiva histórica, como um trabalho de problematização que, claro, não se deve confundir com uma qualquer ruminação hermética. E os problemas transformam-se profundamente, uns desaparecem enquanto outros aparecem, se inventam, numa atividade que define, afinal, o sentido mais preciso do que é uma problemática, que é sempre um nó de problemas em mutação. Veja o problema da justiça, ou o da igualdade, por exemplo, não há obviamente uma solução, mas há muitas respostas, de Aristóteles até John Rawls ou Amartya Sen…E é fácil multiplicar os exemplos, a liberdade, a paz e a guerra, etc., A filosofia foi sempre o saber que, na história da humanidade, mais trabalhou estes temas nucleares. "

Manuel Maria Carrilho

Aqui  http://contingenciasmmc.blogspot.pt/



publicado por monge silésio às 14:23
 
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

16
17

18
19
21
24

26
27
28