Segunda-feira, 28 de Abril de 2014

...96 vezes a palavra "governo" foi referida num programa generalista económico, em contrapartida num outro canal e num programa generalista económico espanhol a palavra foi referida 33 vezes, e num americano 6 vezes. 

...os inteletuais do quotidiano dizem que o governo é "neoliberal" quando em 40 anos foi o Governo que fez o maior volume monetário de expropriações (cortes de salários) e de impostos, mantendo o motor estatal (escolas, hospitais, subsídios disto e daquilo, pareceres, empresas de transportes etc.).

...abre-se as portas do estabelecimento, mas o licenciamento está para vir...após um tortuoso caminho de pelo menos seis entidades.

...as escolas privadas recebem ...subsídio do Estado.

...alguns setores da saúde estão ao nível da Noruega, um dos países com melhor qualidade de vida comunitária, mas...(deve haver um pote de ouro em Badajoz...dizem)



publicado por monge silésio às 19:08
Segunda-feira, 28 de Abril de 2014

http://www.youtube.com/watch?v=W6v4XEOn704

 

A tortuosidade do conhecimento



publicado por monge silésio às 10:44
Sábado, 26 de Abril de 2014

 

O défice de um ano é dívida no ano seguinte. O que foi negociado foi o défice anual e não a percentagem da dívida no PIB.

 

Um direito a uma prestação (saúde, educação, segurança social) pode ser simpático, mas a partir de uma medida faz com que fuja quem a dá (apesar de aparentemente quem a dá estar por detrás de um "guichet" e o dinheiro não ser seu).



publicado por monge silésio às 13:24
Terça-feira, 22 de Abril de 2014

 

 

Os desejos são infinitos, ...os recursos limitados, ...mas alguns juristas imaginam que direitos são desejos. Quando isto acontece há um perigo: o desejo tem um exército...de eleitores.

 

Estamos em défice há mais de 20 anos, ... fechou o fiado em 2011, mas há quem pense que se pode negociar estando em dívida, como se a palavra de quem empresta nada servisse.

 

A despesa ou conserva-se ou aumenta: alguém vê alguma diferença concreta do Estado de 2011 e o de 2014?

 

Portugal é periférico??!! Só o diz quem não percebeu que estamos na 3ª globalização. A primeira foi iniciada por ... Portugal. Basta olhar para um "tablet" para se perceber de onde vieram os componentes e as mãos que os fazem, basta olhar um globo e olhar para o estreito do Panamá ou o Canadá, e por último, basta olhar para um mapa e olhar a China, a Malásia, o Japão, a Índia, Angola, Nigéria, o Chile, Brasil, a Colômbia ... Os mais novos percebem.   



publicado por monge silésio às 21:20
 
Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
23
24
25

27
29
30